Estagiária

Vitória Anne

Novos talentos entram no mercado de trabalho com qualidades visadas pelas empresas, como proatividade e sede de aprender

1. Desafiar a hierarquia

 Não aceitar a palavra do chefe só por ser o chefe. Colocar o seu ponto de vista e questionar atitudes engessadas – sempre com educação e no momento adequado – são ações que promovem a boa comunicação e relacionamento da equipe, além do sentimento de pertencimento à empresa.

2. Estar atualizado

A nova geração é naturalmente inquieta, curiosa e traz a tecnologia no sangue. Faz parte do perfil de quem está entrando no mercado estar antenado nas redes sociais e tendências do setor. “É impossível estar alheio aos novos recursos digitais. Aqueles que subestimaram o poder das redes sociais foram passados para trás por quem percebeu o potencial das comunidades virtuais para ações de marketing, por exemplo”, comenta o CEO.

3. Flexibilidade

Para os estagiários não há tarefas melhores ou piores, todas trazem algum tipo de aprendizagem. O desejo de extrair o máximo de experiência faz com que eles assumam diversas funções e tenham uma amostra de diferentes setores da empresa, conhecimento desejável a todos os funcionários.

4. Aprender com o outro

“Por estar no início da vida profissional e ter pouca experiência, espera-se que o estagiário pergunte aquilo que não ficou claro”, afirma Costa. Porém saciar as dúvidas – e não ter vergonha disso – deve ser um costume de qualquer funcionário, pois evita mal-entendidos.

5. Proatividade

Todo estagiário quer mostrar trabalho para seus superiores e, por isso, a proatividade é uma característica comum. Apresentar ideias criativas, ter iniciativa e estar à disposição dos colegas quando for necessário são atitudes que devem iniciar no estágio e perdurar até o fim da vida profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *